O QUE É PAPEL COUCHÊ? – APRENDA A DEFINIÇÃO E AS PRINCIPAIS APLICAÇÕES

O QUE É PAPEL COUCHÊ? – APRENDA A DEFINIÇÃO E AS PRINCIPAIS APLICAÇÕES

O que é Papel Couchê?

A palavra couchê significa “camada” em francês, e esse papel surgiu em 1860 na indústria gráfica e, por conta da sua alta qualidade, ele é utilizado até hoje. O papel couchê é constituído por uma base de papel offset que é revestida por uma camada de carbonato de cálcio, caulim, látex e outros aditivos. Todos esses materiais fazem com que a superfície do papel couchê seja bastante lisa, branca e uniforme.

Como esse tipo de papel possui revestimento, a tinta da impressão permanece na camada superficial do papel, não indo para as mais profundas, fazendo com que a impressão se destaque.

Este é um dos papéis mais utilizados na indústria gráfica, pois ele garante uma alta qualidade de reprodução de cores em imagens e textos. Além disso, o esse tipo de papel possui um grande custo-benefício, podendo também ser oferecido em gramaturas de 90g a 300g.

Papel Couchê L1 e L2

Os termos L1 e L2 consistem no número de lados do papel em que as camadas são revestidas. Caso a camada seja aplicada somente em um dos lados do papel, denominamos esse papel como couchê L1. Por outro lado, se for aplicada em ambos os lados, esse papel é chamado de L2.

Tipos de Papel Couchê

Papel Couchê Brilho

couchê brilhante possui brilho em ambos os lados, fazendo com que a superfície possua um alto aspecto liso, destacando as cores da impressão. Ele se difere dos demais tipos pois reflete mais luz. Por esse motivo, esse tipo de papel não é utilizado em impressões com muita leitura, sendo indicado para a impressão de folders, panfletos, papéis de presente, catálogos, etc.

Papel Couchê Fosco

O papel couchê foscoabsorve mais luz que o brilho, promovendo materiais gráficos com cores mais pura, com contraste elevado e bastante elegância. Esse papel é amplamente utilizado quando se deseja aplicar verniz localizado ou hot stamp, aumentando o contraste e destacando o brilho desse acabamento gráfico.

Principais Aplicações

  • Folhetos;
  • Catálogos;
  • Revistas;
  • Folders;
  • Flyers;
  • Cartões de Visita;
  • Convites;
  • Pôsteres;
  • Cartazes;
  • Encartes;
  • Livros de arte.

 

Gostou das dicas? Acompanhe nosso blog e leia mais conteúdos interessantes!

 

Fonte: futuraexpress.com.br

Deixe um comentário